Clique para Voltar!

Motores Elétricos: Perguntas frequentes

Qual a diferença de comportamento entre um motor elétrico e um motor de combustão?

As gamas de potência e os binários de cada um destes motores são totalmente diferentes. Enquanto a potência e o binário de um motor de combustão interna aumentam com as RPM até atingirem o limite, num motor elétrico o binário máximo é fornecido a partir de rotações quase nulas e diminui à medida que atinge as RPM mais elevadas. Na prática, isto significa que a maior tração de um veículo elétrico está no arranque, tornando-o relativamente dinâmico. Além disso, a vasta gama de RPM de um motor elétrico significa que não precisa de uma transmissão com várias velocidades e embraiagem, fazendo com que um veículo elétrico médio possa possuir uma única velocidade - ou uma transmissão de redução - desde a sua imobilização até à velocidade máxima.

Como é medido o consumo?

Nos veículos elétricos, o consumo indica a energia consumida em kilowatts-hora por 100 quilómetros de viagem (kWh/100 km). Tal como nos veículos convencionais, o painel de instrumentos apresenta informação sobre o consumo instantâneo e médio. Além disso, também lhe permite saber a quantidade de energia recuperada reenviada para as baterias.

E quanto à manutenção e vida útil dos motores elétricos?

Uma vez que o principal, e de facto o único, componente móvel de um motor elétrico é o rotor, os requisitos de manutenção são mínimos em comparação com um motor de combustão. Não há necessidade de qualquer troca de óleo ou substituição dos filtros de combustível e do ar. Tendem a ser máquinas que funcionam em regimes elevados, pelo que precisam de ser bem concebidas (especialmente os rolamentos), mas, em geral, a transmissão elétrica requer menos manutenção do que um motor convencional.

Existe alguma diferença entre os motores elétricos de híbridos plug-in e os de veículos puramente elétricos?

Sim, existe. Ao projetar um automóvel puramente elétrico, assume-se que não haverá outro tipo de transmissão no carro, pelo que isso não precisa de ser tido em conta. Consequentemente, o motor pode ser preparado de forma ideal para as necessidades de binário e potência, RPM e opções do veículo.

4. Existe alguma diferença entre os motores elétricos de híbridos plug-in e os de veículos puramente elétricos? Sim, existe. Ao projetar um automóvel puramente elétrico, assume-se que não haverá outro tipo de transmissão no carro, pelo que isso não precisa de ser tido em conta. Consequentemente, o motor pode ser preparado de forma ideal para as necessidades de binário e potência, RPM e opções do veículo. O design de um motor híbrido, por outro lado, deve também ter em conta as características do motor de combustão interna que fará parceria com o motor elétrico, concentrando-se nas possibilidades de ligação mecânica, temperaturas de funcionamento, RPM e as gamas de potência. O sistema de controlo de transmissão também é mais complexo. O veículo deve poder deslocar-se de forma puramente elétrica, com um motor de combustão, ou em modo combinado, e sempre com uma utilização ótima da energia.